Prémio Fields 2010 revelados no Congresso Internacional de Matemática

Padrão

Acabam de ser atribuídas em Hyderabad (Índia), onde decorre o Congresso Internacional de Matemáticos, as Medalhas Fields para 2010. Este prémio, normalmente, considerado o «Nobel da Matemática» é atribuído de quatro em quatro anos a matemáticos com menos de 40 anos que se tenham distinguido em qualquer área desta ciência.

Os prémios de 2010 foram atribuídos a Elon Lindenstrauss, da Universidade Hebraica de Jerusalém (Israel), pelo seu trabalho em teoria ergódica e aplicações à teoria de números. Ngô Bào Châu, vietnamita a trabalhar na Universidade Paris-Sud 11 (França) foi galardoado pelo seu trabalho na teoria das formas automórficas por aplicação de técnicas novas combinando álgebra e geometria.

Outro dos premiados é o russo Stanislav Smirnov, que trabalha na Universidade de Genebra, Suíça, pelo seu trabalho em Física Estatística, ao provar duas conjecturas antigas sobre simetrias em certos fenómenos físicos. Cedric Villani, do Instituto Henri Poincaré (França) obteve o prémio pela sua investigação sobre a equação de Boltzman da teoria cinética dos gases.

As medalhas foram entregues pessoalmente aos contemplados pela Presidente da Índia, Prathiba Patil e os respectivos cheques foram entregues pelo Presidente da União Internacional de Matemáticos – IMU, o húngaro Laszlo Lovasz.

Fonte: Ciência Hoje (2010-08-19)

 

Prémio Fields

Muito embora não exista o Nobel em Matemática, vários prémios são concedidos nessa área, sendo o principal a Medalha Fields, entregue desde 1936 durante os encontros do Congresso Internacional de Matemática, que se realizam a cada quatro anos, com apenas duas interrupções devido às duas guerras mundiais. Esse prémio foi idealizado pelo matemático John Charles Fields (1863-1932), professor da Universidade de Toronto e organizador do Congresso Internacional de Matemática realizado em Toronto, em 1924. O Congresso Internacional de Matemática realizado em Zurique, em 1932, acatou a proposta do prémio e a Medalha Fields foi pela primeira vez concedida no congresso seguinte, em 1936, realizado em Oslo. A Medalha Fields é concedida a matemáticos com no máximo quarenta anos de idade que tenham feito contribuições relevantes para o desenvolvimento da Matemática. O património para a concessão do premio é provavelmente dos fundos restantes da realização do congresso de Toronto acrescidos de doação deixada por Fields através de seu testamento.

Medalha Fields (frente)

Medalha Fields (verso)

A medalha Fields traz no anverso e efígie de Arquimedes com seu nome em grego (APXIMH OY ) e a seguinte inscrição:

TRANSIRE SVVM PECTUS MUNDOQVE POTIRI.

Superar as próprias limitações e dominar o Universo.

No reverso da medalha aparece uma esfera inscrita num cilindro com a inscrição:

CONGREAGATIEX TOTO ORBE MATEMATICI OB SCRIPTA INSIGNIA TRIBVERE.

Matemáticos de todo o mundo reunidos prestam homenagens por obras notáveis.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s