Category Archives: Matemática – geral-CIC

Um pouco de Matemática – Frisos

Standard

Muitos adornos de vasos, tecidos, paredes e molduras são formados a partir de um motivo que se repete periodicamente numa só direcção, como podes ver nas imagens seguintes:

ue se segue chamaremos “friso” a toda a decoração (pintada, bordada ou es

culpida) que apresente estas características.


A esta repetição de figuras dá-se  o nome de FRISO.

 

O que é afinal um friso?


Um friso é uma banda com um padrão que se repete indefinidamente e onde existem simetrias de translação, todas com uma única direcção (geralmente horizontal).

Se olharmos com atenção para algumas peças de cerâmica, para decorações de certas cozinhas e casas de banho e até para determinadas peças de vestuário, encontramos frisos. Muitas culturas, como a chinesa, a islâmica e a da Grécia Antiga, legaram-nos frisos em diversos objetos que encontramos hoje em museus.

Um friso é uma figura que se prolonga indefinidamente para cada um dos lados.

 

Queres construir o teu próprio friso????!!!!!

 

Clica na imagem seguinte e diverte-te….

Matemática desvenda magias com cartas e nós cegos

Standard

Matemática desvenda magias com cartas e nós cegos

Museu da Ciência ensina disciplina através de ilusionismo

 

Truques com baralhos de cartas e nós cegos em pedaços de corda foram hoje desvendados à luz da matemática, durante uma sessão destinada essencialmente a alunos do ensino secundário, no Museu da Ciência, em Coimbra.

A sessão, que contou com a presença de mais de meia centena de estudantes, organizada pelo Museu da Ciência da Universidade de Coimbra (UC), Sociedade Portuguesa de Matemática(SPM) e Conferências Bridge 2011, demonstrou que, “de facto, há pontos comuns” entre a matemática e a magia.

“Há alguns truques que os mágicos usam”, cuja “explicação é matemática”. São truques que eles criam à custa desta disciplina, além, naturalmente, da sua própria imaginação, disse à agência Lusa Jorge Picado, professor do Departamento de Matemática da Faculdade de Ciências e Tecnologia da UC (FCTUC) e um dos responsáveis pela sessão.

Mas a Matemática também consegue “fazer magia” sem a intervenção dos mágicos, através, designadamente, de “resultados normalmente pouco intuitivos”, que permitem criar “truques e surpreender as pessoas”, acrescenta aquele responsável.

Integrado na programação habitual do Museu da Ciência e da SPM, o workshop de hoje enquadra-se numa estratégia que “pretende abordar a Matemática de uma forma lúdica, mas sempre com conteúdo”, sublinha Jorge Picado.

É um erro, de resto, acrescenta o docente da FCTUC, julgar-se que se pode aprender Matemática a brincar. Esta disciplina “exige muito esforço de treino e de concentração”, adverte Jorge Picado, salientando que “há coisas na Matemática que não são fáceis” – mas também por isso ela tem tantas e tão importantes aplicações.

Matemática de forma lúdica

Abordar a Matemática de uma forma lúdica não significa, assim, passar a ideia de que se trata de uma disciplina que não exige esforço, mas que pode ser atractiva e mesmo despertar paixão. “Conseguimos atrair, nos últimos anos, melhores alunos”, diz ainda Jorge Picado, revelando que tem havido grupos de bons alunos a entrar nos cursos de Matemática e das engenharias na sua Faculdade.

Na sessão da tarde de hoje, aos truques apresentados seguiram-se explicações de conceitos matemáticos, esclarecendo, por exemplo, que “os nós cegos são desfeitos através de uma sequência bem escolhida de simples operações matemáticas”.

Conduzido por Jorge Picado e pelo mágico profissional José Manuel Guimarães, do Porto, este workshop também pretendeu ser como que um pré-evento das Conferências Bridge Coimbra 2011, a decorrer na UC, entre 27 e 31 de Julho de 2011, que promoverá “uma reflexão sobre a relação entre a Matemática e a arte”,reunindo matemáticos, músicos, escritores, escultores e engenheiros, entre outros estudiosos e artistas.

Fonte: Ciência Hoje (17-02-2011)

A equação do amor ;-)

Standard

Olá a todos :-)

O Fascínio pela Matemática não podia deixar que este dia de São Valentim passasse sem lhe introduzir um pouco de Matemática ;-)

Assim, e após algumas pesquisas, encontrei a Equação do Amor e a respectiva resolução para que possam comprovar que também existe o amor matemático ;-)

 

A equação do amor é:

A solução da equação do amor:

Muito original, não ????!!!!

Feliz Dia de São Valentim…

 

 

Origami para o Dia de São Valentim

Standard

Olá :-)

Já que amanhã é Dia de São Valentim, nada melhor que comemorar este dia com um pouco de Matemática ;-)

Constrói um flor e oferece-a a quem mais gostas…

Aqui fica um vídeo para o fazeres usando a técnica do Origami…

Boas construções e bom dia de São Valentim :-)

 

 

Um pouco de Matemática em francês ;-) – L’oiseau Lyre

Standard

L’oiseau Lyre

Deux et deux quatre

quatre et quarte huit

huit et huit font seize…

Répétez ! dit le maître

Deux et deux quatre

quatre et quatre huit

huit et huit font seize.

Mais voilà l’oiseau lyre

qui passe dans le ciel

l’enfant le voit

l’enfant l’entend

l’enfant l’appelle

Sauve-moi

joue avec moi

oiseau !

Alors l’oiseau descend

et joue avec l’enfant

Deux et deux quatre…

Répétez ! dit le maître

et l’enfant joue

l’oiseau joue avec lui…

Quatre et quatre huit

huit et huit font seize

et seize et seize qu’est-ce qu’ils font ?

Ils ne font rien seize et seize

et surtout pas trente-deux

de toute façon

ils s’en vont.

Et l’enfant a caché l’oiseau

dans son pupitre

et tous les enfants

entendent sa chanson

et tous les enfants

entendent la musique

et huit et huit à leur tour s’en vont

et quatre et quatre et deux et deux

à leur tour fichent le camp

et un et un ne font ni une ni deux

un à un s’en vont également.

Et l’oiseau lyre joue

et l’enfant chante

et le professeur crie :

Quand vous aurez fini de faire le pitre

Mais tous les autres enfants

écoutent la musique

et les murs de la classe

s’écroulent tranquillement

Et les vitres redeviennent sable

l’encre redevient eau

les pupitres redeviennent arbres

la craie redevient falaise

le porte-plume redevient oiseau.